Este site utiliza cookies para uma melhor experiência de navegação. Ao navegar está a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de cookies aqui.
Pesquisar

Centro de Estudos de História do Atlântico acolhe o Congresso das Mobilidades

O Centro de Estudos de História do Atlântico Alberto Vieira, recebe dias 14 e 15 de novembro, o Congresso das Mobilidades 31-10-2019 Turismo e Cultura
Centro de Estudos de História do Atlântico acolhe o  Congresso das Mobilidades

O Centro de Estudos de História do Atlântico Alberto Vieira, recebe dias 14 e 15 de novembro, o Congresso das Mobilidades, uma iniciativa da Secretaria Regional do Turismo e Cultura, através da Direção Regional da Cultura.

Neste encontro conjunto entre o CEHA e a Universidade de Lisboa pretende-se reunir investigadores com trabalhos sobre as migrações e dinâmicas das comunidades Luso-descendentes na Guiana, Caraíbas e Havai, e ainda ter um espaço de palavra e visibilidade para os que se assim se identificam e estão interessados nos trajetos familiares, genealogia, memória e tradições.

O Congresso que tem por título “Madeira Hawaii e Caribe” irá analisar a história de madeirenses e açorianos que a partir de 1835 atravessaram o mar para trabalhar nas plantações de açúcar na Guiana colonial britânica e vizinhanças e, desde 1878, no Havai. A influência que estas comunidades tiveram em várias ilhas das Caraíbas e o seu contributo será tema abordar no Congresso de entrada livre.

Em matéria de exposições, no MUDAS continua patente ao público e até 20 de janeiro de 2020 ¿De que casa eres? Los niños de Rusia. Episodios de un cotidiano #2 de Ana Pérez-Quiroga – o produto de uma “pesquisa e materialização artística sobre um fenómeno sociopolítico da história de Espanha: o exílio de 2895 crianças republicanas na União Soviética, devido à Guerra Civil Espanhola, assim como a exposição até 31 de dezembro, “ Horizontes” de Jorge Martins- trata-se  da  sua primeira exposição individual na Madeira, integrada nas comemorações dos 600 Anos da Madeira e do Porto Santo, composta por pintura e desenho;  o Museu de Fotografia da Madeira, com  a exposição  “ Imagens Nómadas 1860-1940. Fotografia e Viagem - cerca de 100 imagens em diversos suportes e formatos, 6 álbuns fotográficos, postais ilustrados e folhetos de divulgação, contam a história das técnicas de registo no âmbito de explorações cientificas, do turismo e da evolução da própria fotografia, onde o Atelier Vicente´s conquistou um lugar cimeiro a nível nacional e internacional; o ABM, Arquivo Regional e Biblioteca Pública da Madeira apresenta até 30 de novembro, na Sala de Leitura Geral, a mostra bibliográfica destinada a assinalar o centenário do nascimento da escritora Sophia Mello Breyner Andresen; no Parque Temático de Santana e de 5 de novembro a 31 de janeiro, a exposição itinerante do Museu Etnográfico da Madeira  ( MEM) “Artefactos Pirotécnicos: O Fogo Preso”.

O MEM acolhe ainda, entre 19 e 21 deste mês, as Jornadas Culturais, uma iniciativa da Escola Básica e Secundária Padre Manuel Álvares com várias atividades, desde workshop, palestras, partilhas de conhecimentos e um “estendal” solidário, atividades estas dedicadas ao público mais jovem.

 

A agenda cultural encontra-se disponível online através do link:

http://cultura.madeira-edu.pt/LinkClick.aspx?fileticket=kFYzr6zIvl0%3d&tabid=781&language=pt-PT


Anexos

Descritores