Este site utiliza cookies para uma melhor experiência de navegação. Ao navegar está a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de cookies aqui.

Salvaguardando o nosso património

Esta obra, da responsabilidade do Governo Regional da Madeira, consolida a aposta na recuperação do património do Porto Santo. 21-09-2017 Administração Pública do Porto Santo
Salvaguardando o nosso património


O emblemático Cais do Porto Santo foi alvo de intervenção para renovação dos varandins e pavimento e os trabalhos processaram-se de modo a permitir a circulação dos locais e dos turistas naquele local. A obra da responsabilidade da Secretaria Regional do Ambiente e Recursos Naturais visou a reparação daquela estrutura, bem como a sua requalificação estética e consolidação da aposta na recuperação do património edificado.


Os trabalhos de recuperação incluíram a reparação do pavimento, as escadas, os pilaretes e os alçados, substituição de varandins e corrimões, num custo total de 76.000€. A obra foi compatível com a utilização pela população e não impediu o acesso de locais e turistas, durante todo o verão, quer no próprio cais, quer ao próprio areal.


O desenvolvimento do Porto Santo é uma das áreas de atuação prioritárias do Governo e esta recuperação assumiu-se como estratégica. A título de curiosidade, foi a 19 de março de 1929, que iniciou a construção daquele ícone arquitetónico, no centro da cidade. Tem um comprimento total de 102 metros e 4 de largura. A estrutura assenta sobre pilares colocados a igual distância uns dos outros. Foi utilizado para o desembarque de passageiros antes da construção do porto do Porto Santo. Até aí e durante largas centenas de anos, todo o desembarque de passageiros era feito através da praia e transportados às costas e por homens fortes.


Ver mais fotos no Facebook oficial da DRAPS

 


Anexos

Descritores