Este site utiliza cookies para uma melhor experiência de navegação. Ao navegar está a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de cookies aqui.
Pesquisar

Ambiente investe na limpeza de percursos pedestres recomendados

IFCN contratou uma empresa para efetuar a limpeza ao longo de 31 quilómetros destes percursos 28-08-2020 Ambiente, Recursos Naturais e Alterações Climáticas
Ambiente investe na limpeza de percursos pedestres recomendados

Dando seguimento aos trabalhos de manutenção de percursos pedestres recomendados, a Secretaria Regional do Ambiente, Recursos Naturais e Alterações Climáticas, através do Instituto das Florestas e Conservação da Natureza (IFCN), contratou uma empresa para efetuar a limpeza ao longo de 31 quilómetros destes percursos, mais concretamente na eliminação de espécies invasoras e desramações nas bermas dos mesmos.

Dado que estes trajetos estão sujeitos a um crescimento rápido da vegetação invasora, é premente todo um trabalho de manutenção, por forma a não comprometer as melhores condições de utilização e usufruto, por parte dos turistas e população residente. Neste sentido, está preconizada a limpeza de vegetação invasora que persiste em crescer ao longo das bermas dos percursos, assim como a retirada de ramos que apresentem sinais de velhice, mau estado fitossanitário e/ou estejam mortos em toda a superfície a intervencionar.

O valor dos serviços contratados é da ordem dos 37 mil euros.

Segundo fez saber a secretaria regional do Ambiente, Recursos Naturais e Alterações Climáticas, Susana Prada, nos últimos anos o “Governo Regional investiu mais de dois milhões de euros na manutenção, recuperação e valorização destes percursos para torná-los mais seguros e atrativos”.

Ainda recentemente o IFCN investiu em novos painéis informativos (português e inglês), colocados nas entradas de cada trilho de modo a que seja possível compreender melhor os percursos pedestres recomendados e conhecer as suas características, a sua exigência e património natural observável.

A rede de percursos pedestres recomendados foi criada em 2000 e tem, atualmente, cerca de 220 km de extensão. Ao todo existem 33 (30 na Madeira e 3 no Porto Santo).

 


Anexos

Descritores