Este site utiliza cookies para uma melhor experiência de navegação. Ao navegar está a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de cookies aqui.
Pesquisar

Albuquerque recusa fechar a Sociedade e garante apoio às empresas da Região

Miguel Albuquerque reitera que não vai fechar a Sociedade, nem parar a Economia. A aposta continuará a recair nos apoios às empresas e na redução fiscal, também para as famílias. 10-12-2021 Presidência
Albuquerque recusa fechar a Sociedade e garante apoio às empresas da Região

O presidente do Governo Regional diz que o Governo Regional equaciona parar a Economia nem fechar a Sociedade. O objetivo, salientou hoje, durante a inauguração de um restaurante

na Camacha, passa por prosseguir com os investimentos, de modo a a assegurar postos de trabalho para empregar as novas gerações.

Tudo isso, lembrou, «obriga a uma grande concentração de recursos na Saúde, no apoio às empresas e na área social».

Falando para os presentes na inauguração da Adega do Pomar, Miguel Albuquerque realçou o apoio do seu Executivo às empresas, lembrando que na próxima semana será apresentado o Orçamento para 2022, «onde mais uma vez está consubstanciada a redução do IRC, agora para 14,7%». Ou seja, «uma devolução para as empresas de 14 milhões de euros/ano». «Reduzimos para o máximo que podemos reduzir!», enfatizou.

«Entendemos que é fundamental devolvermos o capital às empresas, de modo a que estas possam voltar a aplicá-lo em investimento e em mão-de-obra qualificada», disse.

O mesmo, recordou, «vai acontecer com as famílias, com a redução no terceiro escalão para 20% e com a redução no quarto escalão para 15%».

«Isto significa que o meu Governo continua a fazer a redução fiscal e, simultaneamente, a dar todo o apoio que os empresários precisam para poderem continuar a investir», sublinhou, a concluir.


Anexos

Descritores