Este sítio utiliza cookies para facilitar a navegação e obter estatísticas de utilização. Poderá consultar a nossa Política de Privacidade aqui.
Pesquisar

Desemprego registado desce há 11 meses consecutivos na Região

Há 11 meses consecutivos que a Região regista descida do número de desempregados inscritos no Instituto de Emprego da Madeira (IEM). 21-03-2022 Inclusão Social e Cidadania
Desemprego registado desce há 11 meses consecutivos na Região

Comparativamente a fevereiro de 2021 (período homólogo), contam-se menos 5 888 desempregados na RAM, o que corresponde a um decréscimo de 29,0%, sendo que a Madeira se destaca largamente das demais regiões do país neste indicador, com a média nacional a fixar-se em -20,3%.

 

No final de fevereiro de 2022, estavam inscritos no Instituto de Emprego da Madeira, 14 443 desempregados, o que corresponde a uma diminuição de 0,2% face ao mês anterior.

 

No que diz respeito a novas inscrições no IEM, ao longo do mês de fevereiro de 2022, inscreveram-se 942 novos desempregados na região. Este número representa, nos meses de fevereiro, o valor mais baixo da última década.

A sazonalidade das ofertas é visível nos aumentos registados nas regiões do Algarve e da Madeira, que praticamente duplicam o número de vagas registadas face ao mês anterior (+104,8% e +93,3%, respetivamente), quando a média nacional decresce em -9,6%.

Da mesma forma, o Algarve e a Madeira são as regiões que apresentam uma melhoria das colocações em fevereiro (+108,9% e +19,7%, respetivamente), enquanto que as demais regiões registam decréscimos acentuados, que contribuem para um valor global de -23,8% de colocações, face ao mês anterior.

 

Em relação às ofertas de emprego, também comparativamente ao mês homólogo, o Algarve, Açores e a Madeira apresentam os maiores aumentos homólogos em fevereiro. Importa referir que, já em janeiro, a RAM se destacou com a melhor evolução homóloga das colocações, de entre as regiões do país, demonstrando a sustentabilidade e vigor deste indicador na Região.

 

O desemprego de longa duração diminuiu 0,6% em fevereiro de 2022, contribuindo para uma redução homóloga de 14,9%.

O desemprego jovem (menos de 25 anos), regista um decréscimo acompanhando a tendência global do desemprego registado. No final de fevereiro estavam inscritos 1.674 jovens. O desemprego neste grupo apresenta descidas proporcionais mais elevadas do que as verificadas no desemprego global, quer face ao mês homólogo (-38,4%), quer comparativamente a janeiro de 2022 (-0,6%).

 


Anexos

Descritores