Este site utiliza cookies para uma melhor experiência de navegação. Ao navegar está a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de cookies aqui.
Pesquisar

Orçamento suplementar reforça investimento na saúde, na economia, no emprego e no apoio social

Vice-presidente do Governo Regional garante que estratégia regional para a retoma progressiva da atividade económica e social passa pela redução de impostos, para tornar mercado da Região apetecível. 13-07-2020 Vice-Presidência
Orçamento suplementar reforça investimento na saúde, na economia, no emprego e no apoio social

O Vice-Presidente do Governo, Pedro Calado, anunciou hoje, em conferência de imprensa, que a proposta de Orçamento suplementar, que visa fazer face aos constrangimentos socioeconómicos provocados pela pandemia da COVID-19, vai reforçar o investimento público na saúde, no emprego, na economia e na área social.

Na prática, a proposta apresentada visa incrementar a capacidade de resposta do Serviço Regional de Saúde, aumentar os mecanismos de apoio criados para incentivar a manutenção do emprego e do rendimento das famílias e os instrumentos de reforço de liquidez das empresas, bem como todas as restantes medidas para assegurar a estabilidade e a retoma progressiva da atividade económica e social.

Durante a apresentação da proposta de revisão do Orçamento e Plano de Investimentos da Região para 2020, que altera o valor global em 287,7 milhões de euros, o governante garantiu, também, que a estratégia do Executivo Regional para a recuperação económica, não passa pelo aumento da carga fiscal. Bem pelo contrário. Como explicou o vice-presidente, o que a Região pretende é reduzir os impostos, por forma a tornar o mercado regional apetecível e captar investimento estrangeiro.