Este site utiliza cookies para uma melhor experiência de navegação. Ao navegar está a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de cookies aqui.
Pesquisar

Madeira está na vanguarda da Educação Especial e da Inclusão

A Madeira está na vanguarda da Inclusão e da Educação Especial há mais de 40 anos, lembrou hoje Miguel Albuquerque. E agradeceu a colaboração dos docentes e demais funcionários do sector, bem como dos encarregados de educação. 12-07-2019 Presidência
Madeira está na vanguarda da Educação Especial e da Inclusão
Miguel Albuquerque sublinhou hoje a forma como se trabalha na Madeira, ao nível da Inclusão e Educação Especial, recordando que a Região se mantém na vanguarda, na área, ao nível nacional, há mais de 40 anos.
O presidente do Governo Regional falava durante a inauguração do Centro de Inclusão Social, uma unidade inovadora já em funcionamento e que dá resposta aos vários Centros de Atividades Ocupacionais da Madeira. No Centro estão mais de 100 utentes, mas há ainda a juntar os outros utentes dos CAO, que também têm acesso à unidade hoje inaugurada, num total de cerca de 400 utentes.
«Temos de olhar para o passado, analisar um percurso pioneiro de 40 anos nesta área. Volto aqui a louvar a memória do professor Eleutério de Aguiar, que sempre esteve, com grande determinação, na dianteira do Ensino Especial e da Inclusão», começou por sublinhar, no seu discurso.
O governante fez ainda questão de dar os parabéns a todos os trabalhadores do Centro de Inclusão e dos Centros de Atividades Ocupacionais da Madeiras, sublinhando tratar-se de um trabalho extraordinário, que tem mantido a Madeira nos patamares mais altos da Educação Especial no País. E agradeceu igualmente aos familiares dos utentes a colaboração prestada.
Um Centro de Inclusão que, enalteceu, «corresponde às expetativas de uma sociedade que nós pretendemos, uma sociedade de inclusão, uma sociedade de coesão social, uma sociedade onde todos tenham o seu lugar e sejam tratados com humanidade».
Este, relevou, foi «um percurso muito, muito bem feito». «Começámos há quarenta e tal anos, tomámos a dianteira e hoje, em termos públicos, continuámos na vanguarda, no sector», destacou.



Anexos

Descritores