Este sítio utiliza cookies para facilitar a navegação e obter estatísticas de utilização. Poderá consultar a nossa Política de Privacidade aqui.
Pesquisar

Pedro Ramos destacou evolução dos indicadores de saúde na freguesia de Santo António

“Nos últimos três anos já foi possível aumentar 20% da cobertura nesta freguesia e que o objetivo no próximo ano é abranger a totalidade da população em toda a região com médico de família”.   16-09-2022 Saúde e Proteção Civil
Pedro Ramos destacou evolução dos indicadores de saúde na freguesia de Santo António

O secretário regional de Saúde e Proteção Civil, Pedro Ramos, em representação do presidente do Governo Regional, Miguel Albuquerque, presidiu à cerimónia comemorativa do 465º Aniversário da Freguesia de Santo António, no dia 16 de setembro, nas instalações da Junta de Freguesia, no Funchal. 

 

Na sua intervenção, o responsável pela tutela da Saúde afirmou que sete dos onze concelhos da RAM já têm cobertura total de médico de família e que esta cobertura está na ordem dos 73% na freguesia de Santo António, sendo que “nos últimos três anos já foi possível aumentar 20% da cobertura nesta freguesia e que o objetivo no próximo ano é abranger a totalidade da população em toda a região com médico de família”.  

 

Pedro Ramos lembrou que, no Centro de Saúde de Santo António, já são cerca de 120 profissionais, entre médicos, enfermeiros, psicólogos, nutricionistas, assistentes sociais, TSDT’s, técnicos de informática, assistentes técnicos e assistentes operacionais que asseguram a resposta à população.  

Sobre os indicadores de saúde, o governante revelou que a par da quantidade dos atos praticados importa “pensar no valor da saúde e qualidade dos atos praticados, qualidade que será reforçada com o novo Plano Regional de Segurança do Doente”. De acordo com o responsável, a RAM já está a trabalhar na criação de um novo Plano Regional de Segurança do Doente que irá envolver a área da saúde pública, privada, convencionada e setor social “este plano vai envolver todos os parceiros, pois qualquer ato que aconteça nas Unidades e Serviços da RAM deverá obedecer a regras e pressupostos de medidas de segurança”, vincou. 

 

Na ocasião, Pedro Ramos também relembrou que “a saúde é da responsabilidade de todos nós”, alertando que os próprios cidadãos também têm um importante papel na prevenção da doença através da adoção de hábitos de saúde saudáveis e, quanto às instituições de Saúde, segundo o responsável, compete a resposta às necessidades de saúde da população “o rosto do Serviço Regional de Saúde são os cuidados de saúde primários e esta proximidade é aquela que devemos apostar, através da implementação de estratégias, planos e programas de saúde para a população”, disse.