Este sítio utiliza cookies para facilitar a navegação e obter estatísticas de utilização. Poderá consultar a nossa Política de Privacidade aqui.
Pesquisar

Saúde aposta na criação de um Plano Regional de Segurança do Doente 

Pedro Ramos começou por lembrar que o Serviço Regional de Saúde já tem diversos Serviços e Unidades acreditadas ao abrigo do modelo ACSA, que a região tem acompanhado todos os eventos a nível mundial e tentando cumprir com as recomendações da OMS em matéria de segurança do doente, realçando que a criação de um Plano Regional de Segurança do Doente adaptado às especificidades regionais permitirá conferir maior segurança aos utentes nos vários Serviços e Unidades de saúde, com benefícios diretos p 17-09-2022 Saúde e Proteção Civil
Saúde aposta na criação de um Plano Regional de Segurança do Doente 

Decorreu de 15 a 17 de setembro o 3º Congresso da Comissão de Gestão de Risco Global do Serviço de Saúde da RAM, promovido no âmbito das comemorações Dia Mundial do Doente, assinalado a 17 de setembro, no sentido de sensibilizar para a importância dos cuidados centrados nas pessoas e para a prevenção de danos nos doentes. O secretário regional de Saúde e Proteção Civil, Pedro Ramos, acompanhou a iniciativa e anunciou a criação de um Plano Regional de Segurança do Doente que irá envolver a área da saúde pública, privada, convencionada e setor social. 

 

Foi na abertura do Congresso, realizada no dia 15 de setembro, na sala de conferências do Hospital Dr. Nélio Mendonça, que o governante sublinhou a importância do envolvimento de todos os profissionais da área pública, privada e social para que os doentes sintam segurança em qualquer unidade de saúde que venha a recorrer. 

 

Pedro Ramos começou por lembrar que o Serviço Regional de Saúde já tem diversos Serviços e Unidades acreditadas ao abrigo do modelo ACSA, que a região tem acompanhado todos os eventos a nível mundial e tentando cumprir com as recomendações da OMS em matéria de segurança do doente, realçando que a criação de um Plano Regional de Segurança do Doente adaptado às especificidades regionais permitirá conferir maior segurança aos utentes nos vários Serviços e Unidades de saúde, com benefícios diretos para os doentes, para as organizações e também para os seus profissionais. 

 

A cerimónia de encerramento do 3º Congresso da Comissão de Gestão de Risco Global decorreu no dia 17 de setembro. A iniciativa culminou com a iluminação da fachada do edifício da Secretaria Regional de Saúde e Proteção Civil e do Hospital Dr. Nélio Mendonça com a cor laranja, cor que internacionalmente simboliza a segurança do doente. Ao aderir a este desafio lançado pela OMS, entre as 20 e as 24 horas do dia 17 de setembro, a Madeira marcou presença no mapa das regiões e países da OMS, parceiros na Segurança do Doente.