Este sítio utiliza cookies para facilitar a navegação e obter estatísticas de utilização. Poderá consultar a nossa Política de Privacidade aqui.
Pesquisar

“Cancro Cabeça e Pescoço” foi tema de conferência na Escola Horácio Bento de Gouveia

A iniciativa decorreu no âmbito da campanha europeia “Make Sense Campaign”, no sentido de sensibilizar para o Cancro de Cabeça e Pescoço e para a importância do diagnóstico precoce. 22-09-2022 Saúde e Proteção Civil
“Cancro Cabeça e Pescoço” foi tema de conferência na Escola Horácio Bento de Gouveia

Os secretários regionais de Saúde e Proteção Civil, Pedro Ramos, e de Educação, Ciência e Tecnologia, Jorge Carvalho, participaram na Conferência “Cancro Cabeça e Pescoço”, realizada no dia 22 de setembro, na Escola Dr. Horácio Bento de Gouveia, no Funchal

 

A ação de sensibilização ficou a cargo das médicas Teresa André (Médica Oncologista) e Rubina Teixeira (Médica Radioncologista).

 

A campanha Make Sense decorre de 19 a 23 de setembro, com diversas ações de sensibilização para o Cancro da Cabeça e Pescoço em várias escolas do país para reforçar a importância da prevenção.

 

Na Região Autónoma da Madeira, o Cancro da Cabeça e Pescoço apresenta-se como um dos tumores malignos mais frequentes (o 5º mais frequente na região). 

 

Estimativas apontam para aumento drástico do número de casos de cancro da cabeça e pescoço na próxima década.

 

São considerados fatores de risco Vírus do Papiloma Humano (HPV), fumadores e álcool.

 

A atenção aos sinais é uma das melhores formas de detetar precocemente este tipo de tumor, devendo ser seguida a regra “1for3”, que salva vidas e que pode melhorar o prognóstico da doença. Uma fórmula que determina que se alguém apresentar um ou mais dos sintomas característicos do cancro da cabeça e pescoço por três semanas ou mais, deve procurar um médico.

Os sintomas incluídos nesta regra são: língua dorida, úlceras na boca que não cicatrizam e/ou manchas vermelhas ou brancas na boca; dor na garganta; rouquidão persistente; dor e/ou dificuldade para engolir; e alto no pescoço ou secreção nasal com sangue.

 

A iniciativa decorreu no âmbito da campanha europeia “Make Sense Campaign”, no sentido de sensibilizar para o Cancro de Cabeça e Pescoço e para a importância do diagnóstico precoce.

 

A campanha Make Sense, liderada pela Sociedade Europeia de Cabeça e Pescoço (EHNS) a nível internacional, visa aumentar a consciencialização sobre o cancro da cabeça e do pescoço e, finalmente, melhorar os resultados de saúde dos doentes. Realiza-se anualmente e pretende educar sobre a prevenção da doença, promover a compreensão dos seus sinais e sintomas, encorajando o diagnóstico precoce, e promovendo a troca de conhecimento entre especialistas e o público em geral.