Este sítio utiliza cookies para facilitar a navegação e obter estatísticas de utilização. Poderá consultar a nossa Política de Privacidade aqui.
Pesquisar

SESARAM assinala Semana do Aleitamento Materno 

A Organização Mundial de Saúde recomenda a amamentação exclusiva durante os primeiros seis meses de vida e até aos dois anos de idade ou mais, complementando com a alimentação.   04-08-2022 Saúde e Proteção Civil
SESARAM assinala Semana do Aleitamento Materno 

Na Semana Mundial do Aleitamento Materno, celebrada de 1 a 7 de agosto, as Enfermeiras Especialistas em Saúde Materna e Obstetrícia, Conselheiras em Aleitamento Materno, do Serviço de Saúde da RAM, sublinham a importância da amamentação, com benefícios diretos tanto para as mães, como para os seus bebés, e relembram os vários serviços de apoio ao aleitamento materno disponibilizados pelo SESARAM às mamãs. 

 

O lema lançado para o ano de 2022 é S.T.E.P - Support, Time, Education, Place, ou seja, Apoio, Tempo, Educação e Lugar. O objetivo desta semana é sensibilizar a população e promover o aleitamento materno. As baixas taxas de aleitamento materno ou a cessação do mesmo podem ter implicações desfavoráveis importantes para a saúde e estrutura social da mulher, da criança, da comunidade e do meio ambiente. 

 

A Organização Mundial de Saúde recomenda a amamentação exclusiva durante os primeiros seis meses de vida e até aos dois anos de idade ou mais, complementando com a alimentação.  

As enfermeiras especialistas em Saúde Materna e Obstetrícia, Conselheiras em Aleitamento Materno do SESARAM promovem a importância do aleitamento materno e têm em comum o objetivo de melhorar as práticas de aconselhamento, bem como aumentar a prevalência do aleitamento materno na região. 

 

A Enfermeira Especialista em Saúde Materna e Obstetrícia, Conselheira em Aleitamento Materno, Lisa Gonçalves, afirma que “a amamentação é o melhor início de vida que se pode dar a um bebé” e que é para este “outcome” que as equipas trabalham diariamente.  

 

A especialista refere ainda que “o aconselhamento em aleitamento materno deve ser fornecido por profissionais de saúde” e que os utentes “podem recorrer ao apoio e ajuda prática dos Enfermeiros Especializados no Aconselhamento em Aleitamento Materno, nos Cuidados de Saúde Primários, nos Centros de Saúde, bem como nos Serviços de Obstetrícia e Consulta Externa do Hospital Dr. Nélio Mendonça”.
 

Para maior detalhe sobre o tema, aceda ao audio disponível em anexo da Enfermeira Especialista em Saúde Materna e Obstetrícia, Conselheira em Aleitamento Materno do SESARAM, Lisa Gonçalves.