Este site utiliza cookies para uma melhor experiência de navegação. Ao navegar está a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de cookies aqui.
Pesquisar

A história da Madeira não poderá ser contada sem referência a Dom Teodoro de Faria

Vice-presidente esteve presente na apresentação do livro "Reflexões - Em conversa com Dom Teodoro", que considerou um livro muito importante para todos os madeirenses, porque permite aprender sobre o período histórico em que viveu o Bispo Emérito do Funchal. 07-11-2019 Vice-Presidência
A história da Madeira não poderá ser contada sem referência a Dom Teodoro de Faria

O Vice-presidente do Governo Regional, Pedro Calado, defendeu, hoje, na apresentação do Livro de Francisco Gomes que reflete sobre o percurso e a vida de Dom Teodoro de Faria, que a história da Madeira não pode ser contada sem referência ao Bispo Emérito do Funchal.

Um homem que, nas palavras do governante, prestigiou a Madeira com o seu ministério episcopal, servindo com empenho, dedicação, simplicidade e generosidade.

Para o Vice-presidente, este é um livro muito importante para todos os madeirenses, que permite não só conhecer os seus pensamentos, as suas reflexões e sabedoria, mas também aprender sobre o período histórico em que viveu o Senhor Dom Teodoro de Faria, o seu apostolado e e realizações.

Aproveitando a presença do ex-presidente do Governo Regional, Alberto João Jardim, Pedro Calado reforçou que "a história da Madeira  não poderá, pois, ser contada sem referência a estes dois homens e ao serviço desenvolvido em prol de uma maior notoriedade da nossa Região, da sua identidade e da sua autonomia". 

Ao autor, Francisco Gomes, o Vice-Presidente deu os parabéns pela obra e citou o prémio Nobel da Literatura, afirmando que "qualquer autor que escreva um livro, mesmo um livro pequeno, mesmo só uma página que nos abra o mundo, é um bom escritor".