Este site utiliza cookies para uma melhor experiência de navegação. Ao navegar está a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de cookies aqui.
Pesquisar

Determinações da República vigoram há muito na Madeira e Porto Santo 

Presidente do Governo indicou hoje que as novas medidas nacionais para a prevenção e combate à COVID-19 não trarão nada de substancial ao quotidiano da população.   16-10-2020 Presidência
Determinações da República vigoram há muito na Madeira e Porto Santo 

Instado pelos jornalistas acerca da aplicação na Região das novas medidas anunciadas pelo Governo da República para a prevenção da pandemia, o Presidente do Governo Regional, Miguel Albuquerque, defendeu que as mesmas não trarão nada de substancial, na medida em que as medidas agora preconizadas no Continente estão há muito em vigor na Madeira e no Porto Santo. 

“O estado de calamidade nós nunca alteramos”, recordou Miguel Albuquerque esta manhã, à margem da sessão de apresentação do Plano Regional de Saúde Outono-Inverno. 

“O uso de máscara está determinado há muito tempo. E, aliás, foi altamente contestado. E, em terceiro lugar, há o sistema da aplicação nos telemóveis, que é o nosso. Estamos a usar desde há muito tempo. E, portanto, é esse sistema, que não vamos alterar”, explicou. 

O líder do Executivo lembrou que há milhares de cidadãos monitorizados, através de uma APP há muito tempo em utilização na Região, praticamente desde o início da pandemia, pelo que, o que acontecerá, no quadro da proposta de lei apresentada pelo Governo da República, será um pedido de adaptação, no sentido de, na Madeira e no Porto Santo, vigorar a referida APP. 

Recordar que, a 18 de abril, o Governo Regional recomendou o uso de máscara pela população, tendo determinado a sua obrigatoriedade no espaço público a 30 de julho. 


Anexos

Descritores