Este site utiliza cookies para uma melhor experiência de navegação. Ao navegar está a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de cookies aqui.

Região tem a maior taxa de implementação do programa Eco-Escolas

Susana Prada esteve na abertura do XIII Seminário Regional Eco-Escolas que decorreu no concelho de Câmara de Lobos. 22-11-2019 Ambiente, Recursos Naturais e Alterações Climáticas
Região tem a maior taxa de implementação do programa Eco-Escolas A secretária regional de Ambiente, Recursos Naturais e Alterações Climáticas, Susana Prada, esteve presente na abertura do XIII Seminário Regional Eco-Escolas. Uma iniciativa que juntou a secretaria regional e a Câmara Municipal de Câmara de Lobos.
Segundo fez saber a governante, durante o ano letivo de 2018/2019 foram galardoadas 129 eco-escolas (129 bandeiras verdes) o que corresponde a uma taxa de 67% das escolas da Região que fazem parte deste programa. “Somos a Região, com a maior taxa de implementação do País” disse a secretária regional depois de salientar que o “Governo Regional sempre apostou na Educação Ambiental, ciente da sua importância, para o desenvolvimento sustentável da Sociedade.”
Câmara de Lobos é um concelho onde todas as escolas (22) têm Bandeira Verde, a par da Calheta, Porto Moniz, Porto Santo e São Vicente.
De sublinhar que a UNESCO refere o Programa Eco-Escolas como a maior rede internacional de professores e alunos do mundo a trabalhar em Educação para o Desenvolvimento Sustentável.
Desde 2003 que a sua coordenação, na Região Autónoma da Madeira, está a cargo da DROTA e a sua metodologia visa garantir a participação das crianças e jovens na tomada de decisões, envolvendo-os na construção de uma escola e de uma comunidade mais sustentáveis.


Anexos

Descritores