Este site utiliza cookies para uma melhor experiência de navegação. Ao navegar está a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de cookies aqui.
Pesquisar

Mar de Diversão prevê participação de mais de 4 mil pessoas por ano

Projeto vencedor do primeiro Orçamento Participativo da Região dirige-se às escolas do 1º ciclo da Região, mas também aos cidadãos com necessidades especiais, portadores de deficiência e à população sénior. 12-08-2021 Finanças
Mar de Diversão prevê participação de mais de 4 mil pessoas por ano

Chama-se “Mar de Diversão” e foi um dos projetos vencedores da primeira edição do Orçamento Participativo da Região (OPRAM).

A candidatura apresentada pela Associação de Canoagem da Madeira visa a criação e operacionalização de um conjunto de atividades ligadas ao mar, que ajudem a promover a modalidade de canoagem, como o grande potencial náutico que a Região detém.

O objetivo é incutir nos diversos participantes o interesse sobre os assuntos do mar e da sua preservação, enquanto se promove a prática da atividade física e diligencia o convívio, amizade e demais interações sociais entre os vários participantes.

Estes eventos vão englobar a participação de crianças pertencentes às escolas do 1º ciclo da Região, mas a Associação de Canoagem quer chegar também aos cidadãos com necessidades especiais, portadores de deficiência e à população sénior, prevendo-se que o projeto possa chegar anualmente a mais de 4000 pessoas.

De acordo com o vice-presidente do Governo Regional, Pedro Calado, o apoio do Orçamento Participativo fez-se através da aquisição do material e equipamento necessário, bem como dos recursos humanos essenciais à realização das atividades, num investimento superior a 57.500,00 euros.

Na apresentação pública do projeto, o responsável pelo OPRAM referiu que, dada o sucesso da iniciativa, o Governo Regional deverá duplicar a verba para 2022. O objetivo, referiu, é passar de dois milhões e meio para cinco milhões de euros, exatamente para que os investimentos possam chegar a toda a população.