Este site utiliza cookies para uma melhor experiência de navegação. Ao navegar está a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de cookies aqui.
Pesquisar

Medicina nuclear entrou em funcionamento na Região

Nesta fase inicial, os exames estão a ser acompanhados por uma especialista em Medicina Nuclear do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra. 23-06-2017 Saúde e Proteção Civil
Medicina nuclear entrou em funcionamento na Região

A unidade de Medicina Nuclear do Serviço de Saúde da Região (SESARAM) iniciou ontem a realização de exames, nomeadamente cintigrafias.  Até aqui,  estes exames eram realizados no privado, por via de contratualização. Por ano, o SESARAM encaminhava em média cerca de 400  doentes.

A partir de agora o SESARAM passa a dispôr da capacidade para realizar estes importantes meios de diagnósticos, sobretudo para a área oncológica. 

O secretário regional da Saúde mostrou-se satisfeito e referiu que só agora foi possível avançar com segurança e qualidade. 

Apesar das instalações estarem licenciadas desde Abril de 2015 pela Direcção Geral de Saúde, a realização de exames na área da Medicina Nuclear contemplava requisitos técnicos e humanos que só agora foram possíveis reunir. 
Nesta fase inicial, os exames estão a ser acompanhados por uma especialista em Medicina Nuclear do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra. 
A Medicina Nuclear define-se como uma técnica de diagnóstico e terapêutica que faz uso de tecnologias extremamente avançadas, seguras e indolores, para produzir imagens de órgãos do corpo humano.