Este site utiliza cookies para uma melhor experiência de navegação. Ao navegar está a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de cookies aqui.
Pesquisar

Educação de qualidade promove o sucesso de todos e de cada um

Premissa assente em igualdade de oportunidades, de personalização, de educabilidade universal, de equidade, de participação e de inclusão. 04-12-2019 Educação, Ciência e Tecnologia
Educação de qualidade promove  o sucesso de todos e de cada um

O secretário regional de Educação, Ciência e Tecnologia, Jorge Carvalho, garantiu a «promoção de uma escola que supere a lógica da exclusão e dê lugar a uma escola que se quer inclusiva». O governante falava na sessão de abertura da Conferência “No trilho da Educação Inclusiva”, com que se assinalou o Dia Internacional da Pessoa com Deficiência (3 de dezembro), realizada na ES Jaime Moniz.

 «A nossa presença aqui, a assinalar o Dia Internacional da Pessoa com Deficiência, não tem a pretensão de despertar consciências, nem muito menos pretende constituir um alerta para o lugar que cada um tem na sociedade. Na verdade, essa consciência já atingiu, na Região, fruto das intervenções institucionais, mas principalmente do trabalho meritório e empenhado de todos quantos atuam no setor, um plano geral muito aceitável», sublinhou Jorge Carvalho, assumindo a sua incumbência.

 Jorge Carvalho disse ainda que o programa do Governo Regional, em matéria de Educação, é claro e inequívoco quando estabelece que: “A primazia de uma Escola Inclusiva, exigência de uma sociedade moderna e solidária, é também considerada como condição de desenvolvimentos social e instrumento decisivo para (...) que o direito à igualdade de oportunidades de acesso e êxito escolar continuem a ser concretizados na Região”. O mesmo documento estabelece ainda que as orientações estratégicas vão no sentido: “(…) da promoção de uma Escola Inclusiva que acolhe as diferenças e as necessidades educativas especiais, que integra as inovações pedagógicas e as novas tecnologias, e que proporciona um currículo flexível”.

 Em anexo a intervenção na íntegra de Jorge Carvalho.